Inbound marketing: desvende essa estratégia!

Dentre as estratégias de marketing que mais têm atraído a atenção das empresas é esse tal de inbound marketing. 88% das organizações com até 25 funcionários apostam mais no inbound do que em outras ações de divulgação e 70% das empresas entre 26 e 200 funcionários fazem o mesmo. Por que será?

Mais de 70% das empresas B2B e B2C querem aumentar o número de conversões; o mesmo número deseja aumentar a quantidade de leads qualificados e oportunidades de negócios; outros 50% querem faturar mais. Esses são os três principais objetivos na implementação de uma estratégia de inbound marketing. Mas será que as empresas conseguem? Vamos descobrir!

O que é inbound marketing de fato?

Comecemos pelo princípio: inbound marketing não é um achado dos últimos 5 anos. O marketing de entrada, como ele também é chamado, existe há bastante tempo. Contudo, vem se tornando mais relevante à medida que o perfil do consumidor muda e as ferramentas de marketing digital nos ajudam a mensurar essas mudanças.

De olho nas transformações do comportamento do consumidor, você pode inverter a jogada de marketing e, ao invés de empurrar produtos e serviços para o seu público, despertar o interesse do público para os seus produtos e serviços. Isso faz diferença?

Faz sim! Quando é o consumidor que te procura, significa que ele tem uma necessidade, um problema a ser resolvido. Seus esforços para tentar convencê-lo de comprar de você são muito menores, pois ele já sabe que precisa da sua solução. O que você tem que fazer é tirar todas as dúvidas e objeções durante a jornada do consumidor, para que ele tome uma decisão de compra mais consciente e satisfatória.

Pensando nisso, os fundadores da Hubspot cunharam o termo “inbound marketing” e desenvolveram uma metodologia para atrair, converter, fechar negócios e encantar clientes. Essa metodologia pode ser traduzida na figura abaixo:

 

Como funciona o inbound marketing

Agora que você já sabe o que é inbound marketing, vamos para a parte prática: como ele funciona? Como você viu na imagem acima, o inbound está dividido em 4 etapas:

Atrair

O mecanismo de atração é o marketing de conteúdo, potencializado por estratégias de SEO e divulgação em redes sociais. Esta etapa é quando você está buscando leads em potencial para sua empresa, ou seja, consumidores que não conhecem sua marca, mas podem estar precisando dos seus produtos e serviços.

Converter

Quando você capta a atenção de um internauta com um conteúdo de qualidade, o próximo passo é fazer com que ele mantenha o contato com sua empresa. Então, você oferece conteúdos especializados, como e-books, disponibilizados em landing pages. As landing pages são páginas criadas especialmente para promover o seu conteúdo e, para ter acesso a ele, o visitante precisa preencher um formulário. Quando você recebe os dados dessa pessoa, ela se tornou um lead.

Fechar

Entre o converter e o fechar, temos um processo chamado de nutrição de leads. Basicamente, você explora as necessidades dos seus leads em conteúdos personalizados e os envia por e-mail para ajudar a tirar aquelas dúvidas que impedem a compra imediata. Quando os consumidores sentem que já têm toda a informação necessária, fecham a compra com a empresa que mais ofereceu valor ao longo deste processo, ou seja, você.

Encantar

Após a primeira compra, você adquiriu um cliente. Mas o intuito é estender o valor deste cliente por muito mais tempo, fazendo com que ele compre novamente da sua empresa. Aqui, a importância do inbound marketing é enorme: você vai continuar nutrindo esse cliente com conteúdos ainda mais direcionados, profundos e relevantes, para que ele mantenha um bom relacionamento com a sua empresa. Quando a nova necessidade surgir, ele lembrará que você esteve ali o tempo todo, ajudando-o a explorar ao máximo as potencialidades da sua solução.

As vantagens dessa solução para sua empresa você confere no nosso próximo post, portanto, não fique de fora, assine nossa newsletter!

 

Comentários

comments